Exibir tudo

    Segundo resultados da pesquisa, desconto médio aplicado às transações recuou para 7,8%, patamar próximo à sua média histórica

    Os resultados do Raio-X FipeZap do 3º trimestre deste ano oferecem novos dados e informações a respeito da percepção, comportamento e expectativas dos compradores e investidores do mercado imobiliário brasileiro.

    Segundo a pesquisa houve queda na proporção das transações de compra e venda com desconto, que passou do pico de 75,1%, em junho de 2016, para 70,6% do total, em setembro deste ano. Acompanhando essa tendência, o percentual médio de desconto declinou de 9,3% para 7,8% no mesmo período de análise. Tal resultado, vale dizer, deve ser contextualizado com o comportamento de queda real dos preços dos imóveis anunciados, como tem mostrado o índice.

    De acordo com a pesquisa, o percentual de compradores em potencial (com pretensão de adquirir imóveis nos próximos três meses) que classificavam os preços atuais como “altos” ou “muito altos” manteve trajetória de ligeira queda, encerrando setembro em torno de 62%. Entre aqueles que adquiriram imóveis recentemente, a proporção de compradores que partilhava dessa opinião manteve-se em torno de 46% do total.

    A participação dos investidores no total de compradores apresentou ligeira queda no período recente, recuando de 42%, em junho, para 40% em setembro. O comportamento pode ser explicado pela queda no percentual de investidores com interesse em revenda do imóvel.

    Finalmente, com relação às expectativas sobre a evolução do preço dos imóveis, a proporção dos que esperam queda nos preços nos próximos 12 meses caiu de forma expressiva, passando de 29% para 22% no último trimestre. Já os que esperam aumento nos preços oscilou de 14% para 18% no mesmo horizonte temporal. Com isso, a expectativa de variação de preço para os próximos 12 meses passou de -4,4%, no trimestre passado, para -1,4%, no terceiro trimestre deste ano.

     

    Fonte: Zap

     

     

     

    Área do Cliente